sábado, 2 de julho de 2011

Edição Extra 02- El Chapulín Colorado: La aventura del niño y el cocodrilo

Colección Los Cuentos del Chapulín, Año I, No. 2, Argentina, 1980.

Em várias entrevistas, Roberto Gómez Bolaños faz questão de deixar claro que seus programas fizeram (e fazem) mais sucesso em outros países, do que no próprio México. “Ninguém é profeta em sua própria pátria.”. Um dos países no qual os seriados de Chespirito encontraram maior acolhida é a Argentina. Toda a década de 1970 e 1980 na Argentina é recheada de reportagens, pôsteres, brinquedos e outros produtos  lançados sobre os programas do humorista mexicano. Nesta segunda edição extra do La Chicharra, vamos abordar um livro infantil lançado em 1980, que tinha como mote o personagem Chapulín Colorado. Era o volume 2 da Coleção "Los cuentos del Chapulín", com a história “La aventura del niño y el cocodrilo” (A aventura do menino e do crocodilo). Boa leitura! “Colorín Colorado, y el cuento NO se ha acabado!”. 

















* Foi feita uma correção na ordem das páginas para a postagem aqui no blog. No original as páginas das fotos 2 e 3 aparecem invertidas. 

8 comentários:

  1. Que linnddooooooo!!! O desenho é mais bonito até que o das revistinhas mexicanas! #FATO

    ResponderExcluir
  2. A cada atualização do "La Chicharra", uma raridade maior! Excelente post, Cassio! Obrigado por compartilhar!

    ResponderExcluir
  3. Impressionante! Não imaginava que existisse algo assim, livro infantil do Chapolin! Muito bem ilustrado, diga-se de passagem. Mais uma ótima atualização, parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Vale pela raridade! :)

    Com certeza é melhor que as revistinhas lançadas no Brasil "Chaves & Chapolin".

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Cara, seu blog é um dos mais importantes acervos do mundo CH. Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Agradeço mais uma vez ao Cassio por postar mais uma raridade que volta a ver a luz do dia. Valeu!!

    Essa revista, eu tenho certeza que foi escrita pra criançada, que nem CH em desenho. Mas foi escrita pelo típico autor infantil sem criatividade que acha que a criançada também não tem cérebro como ele. A única diferença disso com o CH animado é que o CH animado tem um roteiro mais inteligente, complexo e criativo, embora ainda esteja dirigida pra criançada.

    O bom da revista, como disse o Antonio, é apenas a arte gráfica, que é mais detalhada que a arte mexicana (aqui acontece uma coisa inversa às revistas mexicanas: as revistas mexicanas não são uma coisa que digam ai minha nossa, que bons desenhos que os mexicanos faziam mas valem MUITO pois tem roteiro Gómez Bolaños). E pela grande raridade que volta a aparecer.

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigado por postar tantas raridades pra nós! Amo seu blog,entro todo dia pra ver se você atualizou! =) Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom! Ótima atualização! Parabéns! Continue postando mais raridades do mundo CH no seu ótimo blog.

    ResponderExcluir